Criando sua segunda aplicação com Angular

Definindo o modelo

Apenas olhando para nossa aplicação, percebemos duas entidades bem definidas: as Listas de tarefas e as Tarefas propriamente ditas.

Das listas, podemos ver que cada uma possui, pelo menos, um nome e as tarefas em si. As tarefas, por sua vez, possuem cada qual um nome e um status indicando se está pendente ou concluída.

Eu gosto de criar um diretório src/app/model e nele reunir todas as interfaces do modelo. Crie esse diretório e crie dois arquivos, um para cada entidade, conforme o código abaixo. Por padrão, cada arquivo recebe o nome da entidade em minúsculas e hífens, seguido pela extensão .ts.

export interface Tarefa {
  nome?: string;
  concluida?: boolean;
}
import { Tarefa } from './tarefa';

export interface ListaDeTarefas {
  nome?: string;
  tarefas?: Tarefa[];
}

Deixar uma resposta